Pedagogia

Unopar
 
InícioColaborarCalendárioEmail da TurmaFAQBuscarMembrosGruposRegistrar-seLogin
Compartilhe | 
 

 trabalho individual 3 semestre Unopar

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo 
AutorMensagem
vanessa a p ramos



Mensagens: 5
Data de inscrição: 02/05/2013

MensagemAssunto: trabalho individual 3 semestre Unopar   Sex Maio 10, 2013 10:45 pm

1 INTRODUÇÃO

O objetivo deste trabalho é mostrar como o IDEB - Índice de Desenvolvimento da Educação Básica funciona para a melhoria da Educação em nossa região (Eunápolis-Ba).
Foi realizada uma pesquisa exploratória, onde foi agendada entrevista com duas gestoras de Escolas Públicas, em bairros bem distantes do centro da cidade.
Por meio desta entrevista poderemos compreender o desenvolvimento do Ensino Fundamental, após a inserção do IDEB. Abordaremos sobre as dificuldades reais encontradas nas escolas, e as propostas para melhoria do ensino, visando resultados significativos para o aprendizado. A pesquisa foi fundamentada pelos seguintes autores: Batista e Castro (2011) ,Vasconcelos (2002) e Luckesi (1995).

2 DESENVOLVIMENTO

O Índice de Desenvolvimento da Educação Básica (IDEB) foi criado em 2007 para medir a qualidade de cada escola e de cada rede de ensino. O indicador é calculado com base no desempenho do estudante em avaliações do Inep e em taxas de aprovação. Assim, para que o IDEB de uma escola ou rede cresça é preciso que o aluno aprenda, não repita o ano e frequente a sala de aula.
Para que pais e responsáveis acompanhem o desempenho da escola de seus filhos, basta verificar o IDEB da instituição, que é apresentado numa escala de zero a dez. Da mesma forma, gestores acompanham o trabalho das secretarias municipais e estaduais pela melhoria da educação.
O índice é medido a cada dois anos e o objetivo é que o país, a partir do alcance das metas municipais e estaduais, tenha nota 6 em 2022 – correspondente à qualidade do ensino em países desenvolvidos.
Duas gestoras de escolas públicas foram entrevistas para podermos entender o IDEB nas escolas públicas, como funciona, e quais as melhorias para a educação. A gestora da Escola 1 mostrou o IDEB de sua escola nota 4,1 ano passado. Se comparado a Escola 2 nota 5,1 foi inferior, mas a gestora mostrou-se otimista pelo fato da evolução ( 2,9 para 4,1) em sua escola, isso mostra a dedicação de sua equipe como um todo ( Pedagógico, Administrativo, e profissionais de apoio) pelo compromisso com o trabalho na escola.
Na Escola 2, a gestora mostrou que melhoraram muito de 2009 para 2011 pois sua escola superou a expectativa de nota para 2013( que é 4,2) e sua escola conseguiu 5,1.A gestora alega que foi o trabalho em equipe, que veio da formação continuada de seus professores que reforçou o aprendizado dos alunos para que os mesmo fossem os protagonistas do sucesso da Escola. Vasconcelos (2002) afirma que,
[...] alterar a realidade é um grande desafio, e uma transformação mais substancial que pode depender da acumulação de uma série de pequenas transformações na mesma direção. Tenta-se hoje uma mudança durante uma semana, se não funciona já não pratica mais. É preciso persistir, ter a impaciente paciência histórica para conseguir os resultados almejados. (2002, p.102)

A importância da integração da equipe nas duas Escolas foi o diferencial para todo o processo de conquistas que ambas as Escolas passaram até conseguir a superação de suas dificuldades.
Mas perante este cenário de árduas conquistas, e possível visualizar o descaso das autoridades governamentais com as Escolas Públicas, pois as mesmas têm problemas na infraestrutura, na parte de alimentação (merenda).
Os alunos são de baixa renda, mas é notável na sala de aula o entusiasmo deles com as atividades no quadro, todos ansiosos para fazer a atividade e obter mais conhecimento.
A forma como os professores tentam manter e superar a nota no IDEB é através de suas atividades avaliativas, onde o professor pode observar com clareza a realidade de sua sala. Pois como diz Luckesi (1995)
“A avaliação da aprendizagem escolar adquire seu sentido na medida em que se articula com o projeto pedagógico e com seu consequente projeto de ensino. A avaliação, tanto no geral quanto no caso especifica da aprendizagem, não possui uma finalidade em si; ela subsidia um curso de ação que visa construir um resultado previamente definido” (p.85)
Com base na citação, podemos afirmar que o resultado do IDEB faz parte dos projetos de articulação de ensino aprendizagem de ambas as escolas. Pois é realizado a Prova Brasil (5º ano ao 9º ano) e Provinha Brasil (nas turmas de 1º ano ao 4º ano) nas escolas e, um mês antes da aplicação das provas é realizado um minicurso organizado pela Secretaria Municipal de Educação, afim de reforçar o ensino e didáticas escolares para avançar nas notas do SAEB.

O SAEB avalia a aprendizagem e o que os alunos são capazes de construir, em diversos momentos de sua vida escolar, porém não considera as condições de vida social e econômica dos mesmos e das escolas nas quais estão inseridos. (BATISTA e CASTRO, 2011, p.06)

Os resultados não satisfatórios no IDEB deixam ambas as escolas com suas respectivas equipes pedagógicas insatisfeitas, apreensivas e sentindo impotentes, pois esta é a visualização do resultado de um trabalho no dia a dia em sala de aula.
Se caso a escola tenha um resultado negativo no IDEB, as propostas de melhoria na Escola 1, são cursos aos professores de aprofundamentos teórico e práticas em suas respectivas disciplinas. Já na Escola 2 ,a escola assumi a sua politica educacional ,afim de amenizar a problemática: organizando horários em turnos opostos ao que o aluno estuda ,salas de reforço escolar com as disciplinas de português e matemática a principio; possuir uma gestão democrática; salas para o projeto MAIS EDUCAÇÃO , melhorar a infraestrutura da escola com o apoio da Secretaria Municipal, pois existe muita goteira, rachaduras nas paredes, etc; promover mais cursos aos professores e junto ao sindicato tentar negociar ao lado do prefeito, melhoria na gratificação de regência de classe, e no plano de carreira.
Ambas as escolas articulam o IDEB na melhoria do ensino de formas similares, porém a Escola 2 tem uma visão mais aguçada da sua própria realidade.
Na Escola 1 a coordenadora juntamente com os professores trabalham muito a autoestima dos alunos para que os mesmos continuem em busca da superação.
A educação em nosso país passa por tempos de renovação (renovação é o slogan da prefeitura da cidade este ano) e nós professores pedagogos fazemos parte de mudança.
É importante salientar que a fonte da tabela deve ser apresentada rente à sua margem esquerda, conforme recomendação do IBGE (1993).

3 CONCLUSÃO
A pesquisa nos mostrou que as escolas públicas não conseguiram alcançar a nota 6.0 (média) no IDEB, estão a abaixo (Escola 1-4,1 e Escola 2 – 5,1), porém esses resultados promovem e articulam diversas propostas nas Escolas a fim de alcançarem o sucesso, que suas equipes trabalham dia a dia em sala de aula para obterem.
E visível como o resultado no IDEB motiva as Escolas para a gestão democrática, intervindo com estratégias de ensino e aprendizagem. O IDEB não só mostra a realidade da escola mais a compara com outras e como no caso da Escola 2 fica no ranking do município, a escola também mostrou as fotos e as faixas colocaram nas principais ruas da cidades divulgando a cidade o sucesso em sua meta de 4,2 para 5.1.
Podemos observar através deste esforço, a importância da gestão educacional, do currículo escolar, as tecnologias de educação, e as politicas publicas na educação básica. De forma integrada todos estes itens são de extrema importância para as escolas alcançarem o sucesso neste processo tão árdua e também satisfatória que é o processo de ensino aprendizagem, pelo qual nos professores passamos constantemente, pois precisamos sempre nos reciclar. Estudar cada vez mais e passar aos nossos alunos o que há de melhor em nós. Superar limites.

REFERÊNCIAS
BATISTA, Raimunda Nonato Cardoso. CASTRO, Elionice Lima Cardoso Avaliação Externa: Superando os baixos Índices do IDEB. 2011. Disponível em: <moodle3.mec.gov.br/.../AVALIACAO_EXTERNA_Superando_os_baix../>.Acesso em: 10 mai. 2013.
LUCKESI, C. C. Avaliação da aprendizagem escolar. S.P: Cortez 1995.Didática. 7ª Ed. Campinas – SP, Papirus Editora, 1995

VASCONCELOS, Celso dos Santos. Avaliação: Concepção Dialético-Libertadora do Processo de Avaliação Escolar. S. P. Libertad. 1994.



[justify]
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
fabi



Mensagens: 17
Data de inscrição: 08/11/2012

MensagemAssunto: Nota do trabalho   Sex Maio 24, 2013 7:57 am

Quanto voce tirou nesse trabalho? preciso de um modelo pra seguir pois o meu ficou pra revisar.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
ana claudia



Mensagens: 16
Data de inscrição: 16/11/2012
Localização: penapolis

MensagemAssunto: Re: trabalho individual 3 semestre Unopar   Sab Jun 01, 2013 2:29 pm

fabi escreveu:
Quanto voce tirou nesse trabalho? preciso de um modelo pra seguir pois o meu ficou pra revisar.
eu tirei exelente
add meu face ana claudia de castro
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
marceladani



Mensagens: 3
Data de inscrição: 17/10/2013
Idade: 27

MensagemAssunto: precisando de ajuda   Dom Abr 27, 2014 8:08 am

vc pode me enviar seu trabalho, pois preciso do modelo, ficarei muito grata, email: marceladani1@hotmail.com ou me add no face marcela ribeiro.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
Patricia kely



Mensagens: 1
Data de inscrição: 25/04/2014

MensagemAssunto: Re: trabalho individual 3 semestre Unopar   Seg Maio 05, 2014 1:30 pm

Por fa Embarassed vor alguém já fez o trabalho individual do 3° semestre ?? Posta ai para termos uma noção.. Estou um pouco perdida.
Voltar ao Topo Ir em baixo
Ver perfil do usuário
 

trabalho individual 3 semestre Unopar

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo 
Página 1 de 1

 Tópicos similares

-
» Menina se masturbando no trabalho...XXX
» Como Postar 1 Pedido de Trabalho Pros Designers
» Alegro Setúbal abre no final do ano com 1500 novos postos de trabalho
» Meu novo trabalho
» Primeiro trabalho no flash

Permissão deste fórum:Você não pode responder aos tópicos neste fórum
Pedagogia ::  :: -